INCLUSÃO: SEUS SENTIDOS NOS CURSOS DE PEDAGOGIA DAS IFES MINEIRAS

Fernanda Dias de Oliveira, Luciana Pacheco Marques

Texto completo:

PDF

Resumo

A literatura educacional tem demonstrado sucessivos fracassos a que tem sido exposta a educação brasileira. A situação se mostra mais grave quando se introduz na discussão a necessidade de se educar com qualidade e competência alunos que se afastam dos padrões de normalidade construídos e veiculados pela sociedade, estando aı incluídos os alunos com deficiência. Este alunado exige que a educação reveja seu papel, seus objetivos visando otimizar seu processo de aprendizagem. Sendo assim, esta pesquisa temcomo objetivo desvelar os múltiplos sentidos que estão sendo veiculados sobre o processo de Inclusão nos Cursos de Pedagogia das Instituições Federais de Ensino Superior de Minas Gerais (IFES Mineiras). Como recurso metodológico estamos utilizando a análise de discursos, que nos permite considerar o funcionamento do discurso na produção de sentidos, explicitando o mecanismo ideológico que o sustenta. Nosso corpus discursivo constitui-se das produções acadêmicas (dissertações e teses) sobre Inclusão constantes do acervo das Bibliotecas das IFES Mineiras, da grade curricular dos Cursos de Pedagogia das mesmas, de entrevista realizada com 3 alunos do último ano de Pedagogia de cada uma das IFES, 1 entrevista realizada com o Coordenador e 1 entrevista com o professor responsável pela área de Educação Especial do curso. Numa análise preliminar pudemos perceber a existência de formações discursivas que se filiam à formação ideológica da segregação, da integração e da inclusão. Desvelando os sentidos de inclusão na IFES esperamos dar bases para que as mesmas possam ressignificar seus cursos de Pedagogia, pensando numa formação de pedagogos que possibilite a constituição de uma escola e de uma sociedade realmente inclusiva.