Criatividade e Sáude: a inovação na perspectiva da educação

Cardoso Ribeiro

Resumo

Este trabalho tem como objetivo refletir sobre o desenvolvimento da criatividade no trabalho pedagógico hospitalar. Com uma revisão literária da área algumas reflexões surgiram, como: O que as professoras de classes hospitalares entendem por criatividade? Elas se consideram criativas? O trabalho da pedagogia hospitalar por si só pode ser considerado criativo? Qual a relação que as professoras estabelecem entre a criatividade e o atendimento pedagógico hospitalar? Indagações que surgiram, a partir do estudo, sobre a criatividade e saúde: inovações dentro e fora do hospital. Com este mote de perguntas pretendemos lançar um novo olhar sobre a relação da criatividade na prática pedagógica hospitalar, e para isso realizamos uma pesquisa qualitativa com duas professoras hospitalares do Distrito Federal, escolhidas aleatoriamente, para responder a um questionário com seis perguntas abertas. Os resultados obtidos nos levaram a perceber que trabalhar o assunto “criatividade” com as professoras de classes hospitalares é extremamente diferente ao que elas estão acostumadas. Em suma, a criatividade aliada ao trabalho pedagógico hospitalar foi caracterizada pelas profissionais pesquisadas como um dos fatores que lhes dão inspiração e capacidade de planejar com maior flexibilidade em momentos imprevisíveis.

 Palavras-chave: Criatividade. Educação. Classe hospitalar.