RESPONSABILIDADE SOCIAL CORPORATIVA: UMA CONTRIBUIÇÃO DAS EMPRESAS PARA O DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL

Maria Elisabeth Pereira Kraemer
DOI: https://doi.org/10.5329/RECADM.20050401005

Texto completo:

Artigo

Resumo

O exercício da responsabilidade social corporativa está associado à noção de sustentabilidade, que visa conciliar as esferas econômica, ambiental e social na geração de um cenário compatível à continuidade e à expansão das atividades das empresas no presente e no futuro. A responsabilidade social corporativa passa a ser considerada um elemento importante para o desenvolvimento dos negócios e para estabelecer relações positivas das empresas com as assim chamadas partes interessadas (stakeholdwers). Assim, as empresas são impulsionadas a adotar novas posturas diante de questões ligadas à ética e à qualidade da relação empresas-sociedade. Estas questões vêm influenciando, e em muitos casos impondo, mudanças nas dinâmicas de mercado e no padrão de concorrência e de competitividade, a exemplo das preocupações ligadas ao meio ambiente. Não se deve pensar em sustentabilidade como algo restrito ao meio ambiente, assim como responsabilidade social não se limita a ações ou investimentos em projetos sociais. Os dois conceitos estão intrinsecamente ligados. Uma empresa que pretenda perenizar seu negócio deverá adotar uma estratégia que contemple o que os ingleses chamam de triple bottom line (tríplice conta de resultados), ou seja, gerar valor nas dimensões econômica, ambiental e social. Da mesma forma, responsabilidade social corporativa significa entender e agir em resposta a essa nova demanda da sociedade, que é a de que o valor gerado por uma empresa se reflita em benefícios não somente para seus acionistas, mas que tenha também um impacto positivo para o conjunto dos afetados por suas operações, em particular o meio ambiente e a comunidade (seus próprios funcionários e o restante da sociedade), respeitando sua cultura e agindo de forma ética e transparente.

 


Palavras-chave

Desenvolvimento Sustentável; Empresas; Responsabilidade Social


Referências


AECA –Asociación Española de Contabilidad y Administración de Empresas.

Documentos AECA serie Responsabilidad Social Corporativa. Marco Conceptual de la

Responsabilidad Social Corporativa. Documento nº 1. Madrid – España, 2004.

ALMEIDA, F. Gestão do Desenvolvimento Sustentável na Indústria Eletroeletrônica

http://www.tec.abinee.org.br/2003/arquivos/s902.pdf - 10/2003. Acesso em 28/12/2004.

GONZÁLEZ, C. L. ABADÍA, J. M. M. Global Reporting Iniciative: Contabilidad y

Sostenibilidad. Revista Partida Doble. n. 135, p. 80-87, jul/ago. 2002.

www.partidadoble.es. Acesso em 15/06/2003.

GRASSI, M. R. A Universidade frente aos desafios da Sustentabilidade: um debate sobre

a construção do futuro.Painel: o conhecimento pertinente e a formação do cidadão que

desejamos.

UFRGS, 8 de setembro de 2004. www.inisustentavel.ea.ufrgs.br. Acesso em 29 de

dezembro de 2004.

GUIA Conceitual e Prático Ethos/ABIP - Associação Brasileira da Indústria de

Panificação e Confeitaria. Responsabilidade Social Empresarial nas Organizações de

Varejo. Setor de Panificação

http://www.uniethos.org.br/_Uniethos/documents/guia_rse_panificacao.pdf. Acesso em

/12/2004.

INSTITUTO ETHOS. Como as empresas podem implementar programas de

voluntariado. São Paulo, 2001. 121p.

MACEDO, L. C. de. AVERSA, M. B. A Contribuição das Relações Públicas para a

Criação da Empresa-Cidadã

http://www.portal-rp.com.br/bibliotecavirtual/responsabilidadesocial/0134.htm. Acesso em

/12/2004.

REVISTA Exame. Guia de boa cidadania corporativa, 2001. São Paulo. n. 754, nov.

SCHOMMER, P. C.; ROCHA, A. G. P.; FISCHER, T.. Cidadania Empresarial no Brasil:

Três organizações baianas entre o mercado e o terceiro setor. In: XXIII ENCONTRO

NACIONAL, 1999, Foz do Iguaçu/PR. Anais... Foz do Iguaçu: Associação nacional dos

programas de pós- graduação em Administração (ANPAD), 1999.

YOUNG, R. Gestão da responsabilidade social e do desenvolvimento sustentável.

http://www.uniethos.org.br/DesktopDefault.aspx?TabID=3888&Alias=uniethos&Lang=ptBR.

Acesso em 29/12/2004.

www.ethos.org.br. Indicadores Ethos de responsabilidade Social Empresarial,

versão 2003. Acesso em 01/11/2004.

www.ethos.org.br/_Uniethos Resultado Adicional Indicadores Ethos Aplicados ao

Princípio do Pacto Global. Acesso em 10/11/2004.

http://www.observatoriosocial.org.br/ Responsabilidade Social Empresarial:

perspectivas para a atuação sindical. Acesso em 23/12/2004.

http://www.pactoglobal.org.br/ Manual do Global Compact: Entendimento Prático da

Visão e dos Princípios. Acesso em 22/12/2004.

http://europa.eu.int/comm/employment_social/soc-dial/csr/csr2002_pt.pdf. Comunicação

da Comissão relativa à Responsabilidade Social das Empresas: um contributo das

empresas para o desenvolvimento sustentável. Acesso em 20/12/2004.

http://europa.eu.int/comm/environment/liability/el_full_pt.pdf. Livro Branco sobre

Responsabilidade Ambiental. Acesso em 26/12/2004.

http://europa.eu.int/comm/employment_social/publications/2001/ke3701590_pt.

Livro Verde Promover um quadro europeu para a responsabilidade social das

empresas. Acesso em 26/12/2004.

http://www.globalreporting.org/guidelines/2002/2002Portuguese_B.pdf Diretrizes para

Relatórios de Sustentabilidade – GRI 2002. Acesso em 2/12/2004.

http://www.balancosocial.org.br/cgi/cgilua.exe/sys/start.htm?sid=21 Social

Accountability 8000 (SA 8000) Acesso em 28/12/2004.

http://www.bsd-net.com/bsd_brasil/handbookaa1000.pdf AA1000: Estrutura de gestão

da responsabilidade corporativa Acesso em 28/12/2004.

http://www.oitbrasil.org.br. Acesso em 20/12/2004.




Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.