ESTUDIO DE LA CARTERA DE AVALES DE LAS SOCIEDADES DE GARANTÍA RECÍPROCA ESPAÑOLAS EN 2002

María del Carmen Pérez López
DOI: https://doi.org/10.5329/RECADM.20040301008

Texto completo:

Artigo

Resumo

Nós nos centramos neste artigo no estudo das garantias concedido pelas Sociedades diferentes de Garantia Recíproca, SGR que opera na Espanha; primeiro de um modo quantitativo, analisando a evolução do Risco Vivo variável, no período 1997-2002. Mais tarde nós levaremos a cabo um estudo qualitativo das garantias efetivas, enquanto ajudando a sete perspectivas diferentes: setores de atividade, tamanho das companhias, propósito das operações, termo de amortização, meia quantia, entidades financeiras concederam as operações e tipo de garantias que as demandas de SGR. Ultimamente, nós analisamos a evolução nestes últimos anos do número de companhias que são associadas ao setor e que, então, eles são os beneficiários da garantia. O ritmo de crescimento da base de associação constitui outro indicador bom da atividade desenvolvido por estas sociedades.

 

 


Palavras-chave

garantia; comprometimento; SGR




Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.