O papel do governo e a prática do consumo sustentável: como esse stakeholder atua no setor elétrico?

Minelle Enéas Silva, Carla Pasa Gómez
DOI: https://doi.org/10.5329/RECADM.20111002008

Texto completo:

Artigo

Resumo

As discussões que envolvem a perspectiva do desenvolvimento sustentável cada vez mais estão presentes no cotidiano da sociedade, ao se perceber a necessidade de uma reestruturação nas práticas até então adotadas. Nesse contexto, percebe-se que emergem aspectos como o consumo sustentável, o qual pode ser entendido como o padrão de consumo resultante de inter-relações entre atores sociais direcionados para o desenvolvimento sustentável (MICHAELIS, 2003; JACKSON, 2007; SILVA, 2010). De fato, com a atuação de diferentes atores necessita-se identificar como cada um se comporta. Assim, o presente trabalho objetiva-se a identificar qual o papel do governo no auxílio ao consumo sustentável, entendendo que esse deve estar envolvido com outros atores em um determinado setor econômico. Utiliza-se uma pesquisa exploratório-descritiva com abordagem qualitativa, conduzida sob a forma de um estudo de caso na Companhia Elétrica de Pernambuco (CELPE), que busca contribuir para o alcance de um consumo sustentável no setor. A partir de uma caracterização do setor e da análise do consumo sustentável, tornou-se possível identificar o papel do governo nesse sentido, o qual envolve muitas vertentes que não necessariamente se restringem a regulamentação. Desse modo, percebe-se a originalidade e relevância do trabalho na discussão sobre a temática do consumo sustentável.


Palavras-chave

Consumo Sustentável; Atores Sociais; Governo


Referências


Abreu, M. C. S. (2001) Modelo de avaliação da estratégia ambiental: Uma ferramenta para tomada de decisão. 232p. Tese (Doutorado em Engenharia de Produção). Programa de Pós-graduação em Engenharia de Produção. Universidade Federal de Santa Catarina. Florianópolis.

Amorim, B. C.; Araujo, A. C. C.; Gonçalves, G. A. C. & Queiroz, C. T. A. P. (2009). Diagnóstico da consciência ambiental dos gestores: Eco-atitudes e consumo sustentável em Campina Grande/PB – Brasil. (v.8, n.2) Qualit@s Revista Eletrônica.

Andrade, N. L. S. (1998) Consumo sustentável. (n.59, p. 181-184) Revista Justitia, São Paulo.

Assadourian, E. (2010) Ascensão e queda das culturas de consumo. In: WORLDWATCH INSTITUTE. Estado do Mundo, 2010: estado do consumo e o consumo sustentável. Salvador: Uma Ed.

Bardin, L. (2009). Análise de Conteúdo. (4a ed.) Lisboa: Edições 70.

Barros, D. F. & Costa, A. M. (2008) Consumo consciente no Brasil: Um olhar introdutório sobre práticas de resistência ao consumo por meio de análises de discurso do Instituto Akatu pelo consumo consciente. Anais do XXXII Encontro da ANPAD - EnANPAD. Rio de Janeiro: FGV-EBAPE.

Bauman, Z. (2008) Vida para o consumo: a transformação de pessoas em mercadorias. Rio de Janeiro: Jorge Zahar Ed.

Bedante, G. N. & Slongo, L. A. (2004) O comportamento do consumo sustentável e suas relações com a consciência ambiental e a intenção de compra de produtos ecologicamente embalados. Anais do I Encontro de Marketing da ANPAD - EMA. Porto Alegre: EA-UFRGS.

Borinelli, B.; Moriya, I.; Santos, L. M. L. & Coltro, F. L. (2008) Regulação Ambiental e Consumo Sustentável: uma discussão a partir da percepção dos consumidores de Londrina-PR. Anais do III Encontro de Administração Pública e Governança da ANPAD. Salvador: UFBA.

Buarque, S. C. (2008) Construindo o desenvolvimento local sustentável: metodologia de planejamento. São Paulo: Garamond.

Canepa, C. (2007) Cidades sustentáveis: o município como locus da sustentabilidade. São Paulo: RCS Editora.

Cardoso, A. J. M. & Cairrão, A. M. C. L. (2007) Os jovens universitários e o consumo sustentável: A sua influência na compra de produtos ecológicos. (n. 4, p. 124-135) Revista da Faculdade de Ciência e Tecnologia.

Casagrande, E. F. (2003) Inovação Tecnológica e Sustentabilidade: integrando as partes para proteger o todo. [Palestra do Seminário de Tecnologia – PPGTE] Curitiba: CEFET-PR.

CELPE (Companhia Elétrica de Pernambuco). (2010a) A História. [Online]. Disponível em: Acesso em: dez. 2010.

CELPE (Companhia Elétrica de Pernambuco). (2010b) A CELPE: Pernambuco tem a energia da Celpe. [Online]. Disponível em: Acesso em: dez. 2010.

CELPE (Companhia Elétrica de Pernambuco). (2010c) Celpe firma convênio com o Instituo Walmart e o Estaleiro Atlântico Sul. [Online]. Disponível em: Acesso em: dez. 2010.

Clarkson, M. B. E. (1995) A stakeholder framework for analyzing and evaluating corporate social performance. (v. 20, n. 1, p. 92-117) Academy of Managment Review.

Corrêa, A. P. M.; Silva, M. E. & Melo, E. S. (2010) A logística reversa como componente facilitador da inter-relação entre empresas, governo, e sociedade em busca do desenvolvimento sustentável. Anais do XII Encontro Internacional de Gestão Empresarial e Meio Ambiente. São Paulo: FGV-EAESP.

Cortez, A. T. C. & Ortigoza, S. A. G. (2007) Consumo Sustentável: conflitos entre necessidades e desperdício. São Paulo: Editora UNESP.

Costa, F. J. & Oliveira, L. G. L. (2009) Produção e consumo sustentável: Um estudo de caso. Anais do XII Simpósio de Administração da Produção, Logística e Operações Internacionais – SIMPOI. São Paulo: FGV-EAESP.

Diário de Pernambuco. (2010) Prefeitura e Celpe vão trocar geladeiras de beneficiados pelo Pró-metropole. [Online]. Disponível em: Acesso em: dez. 2010.

Fernandino, J. A. & Oliveira, J. L. (2010) Arquiteturas organizacionais para a área de P&D em empresas do setor elétrico brasileiro. (vol.14, n.6, pp. 1073-1093) Revista Administração Contemporânea [online].

Folha PE. (2010) Mais 800 unidades de geladeiras serão distribuídas na RMR e Sertão. [Online]. Disponível em: Acesso em: dez. 2010.

Freeman, R. E. (1984) Strategic Management: a Stakeholder Approach. Boston, MA: Pitman.

Giacomini Filho, G. (2008) Meio Ambiente & Consumismo. São Paulo: Editora Senac São Paulo.

Gil, A. C. (1991) Como Elaborar Projetos de Pesquisa. 3. ed. São Paulo: Atlas.

Goldenberg, J. & Prado, L. T. S. (2003) Reforma e crise do setor elétrico no período FHC. (vol.15, n.2, pp. 219-235) Tempo social [online].

Gomes, D. V. (2006) Educação para o Consumo Ético e Sustentável. (v.16) Revista eletrônica Mestrado em Educação Ambiental.

Gonçalves-Dias, S. L. F. & Moura, C. (2007) Consumo Sustentável: muito além do consumo “verde”. In Anais... XXXI Encontro da ANPAD - EnANPAD. Rio de Janeiro: FGV-EBAPE.

Grupo Neoenergia. (2008) Histórico do setor elétrico. Disponível em: Acesso em: dez. 2010.

Husted, B. W. & Allen, D. B. (2001) Toward a model of corporate social strategy formulation. Proceedings of the Social Issues in Management Division at Academy of Management Conference, Washington D.C., Washington, Estados Unidos.

Instituto Akatu. (2001) Akatu pelo consumo consciente. Disponível em: . Acesso em: nov. 2010.

Jackson, T. & Michaelis, L. (2003, September) Policies for sustainable consumption. A Report to the sustainable development commission.

Jackson, T. (2007) Sustainable Consumption. In: ATKINSON, G.; DIETZ, S.; NEUMAYER, E. (editors). Handbook of Sustainable Development. Edward Elgar Publishing.

Larentis, F.; Gastal, F. & Schneider, H. (2004) Influência de diferentes formas de persuasão na intenção de consumo consciente: um desing experimental. Anais do I Encontro de Marketing da ANPAD. Porto Alegre: EA-UFRGS.

Lei nº 9.991. (2000) Planalto Central. Disponível em: Acesso em: dez. 2010.

Leme, A. A. (2009) A reforma do setor elétrico no Brasil, Argentina e México: contrastes e perspectivas em debate. (vol.17, n.33, pp. 97-121) Revista de Sociologia e Política [online].

Malhotra, N. (2006) Pesquisa de Marketing: uma orientação aplicada. (4a ed.) Porto Alegre: Bookman.

Mccracken, G. (2003) Cultura e consumo: novas abordagens ao caráter simbólico dos bens e das atividades de consumo. Rio de Janeiro: MAUAD.

Michaelis, L. (2003) The role of business in sustainable consumption. (v.11, p. 915-921) Journal of Cleaner Production.

Mitchell, R. K.; Agle, B. R. & Wood, D. J. (1997) Toward a Theory of Stakeholder Identification and Salience: Defining the Principle of Who and What Really Counts. The Academy of management review.

Nascimento, L. F.; Lemos, Â. D. C. & Mello, M. C. A. (2008) Gestão socioambiental estratégica. Porto Alegre: Bookman.

Oliveira, M. M. (2005) Como fazer pesquisa qualitativa. Recife: Ed. Bagaço.

Ortigoza, S. A. G. (2002) Consumo sustentável: um compromisso de todos. (v. 2, n. 2) Território & Cidadania.

Panarotto, C. (2008) O meio ambiente e o consumo sustentável: alguns hábitos que podem fazer a diferença. Revista das relações de consumo. Caxias do Sul.

Pasa, C. R. R. (2004) Modelo de Avaliação da Performance Social Empresarial. 277p. Tese (Doutorado em Engenharia de Produção). Programa de Pós-graduação em Engenharia de Produção. Universidade Federal de Santa Catarina. Florianópolis.

Pires, J. C. L. (2000) Desafios da reestruturação do setor elétrico. Textos para discussão 76. BNDES. Disponível em: Acesso em: dez. 2010.

Pnuma (Programa das Nações Unidas para o Meio Ambiente). (2001) Rumo ao consumo sustentável na América latina e caribe. [Workshop sobre consumo sustentável na América latina e caribe] São Paulo.

Portilho, M. F. F. (2005) Sustentabilidade Ambiental, consumo e cidadania. São Paulo: Cortez.

Richardson, R. J.; Peres, J. A. S.; Wanderley, J. C. V; Correia, L. M. & Peres, M. H. M. (2008) Pesquisa Social: métodos e técnicas. (3a ed.) São Paulo: Atlas.

Sachs, I. (2007) Rumo à ecossocioeconomia: Teoria e prática do desenvolvimento. São Paulo: Cortez.

Sachs, I. (2008) Caminhos para o desenvolvimento sustentável. Rio de Janeiro: Garamond.

Santos, T. C.; Leite, A. P. R.; Tacconi, M. F. F. S. & Alexandre, M. L. (2008) Movimento do Consumo Consciente: do Cidadão Consumidor ao Consumidor Cidadão? Anais do Encontro de Administração Pública e Governança – EnAPG. Salvador: UFBA.

Schumacher, E. F. (2001) Lo pequeno es hermoso. (3ª Ed.) Espana: Tursen S.A.

Silva, M. E. (2010) Consumo Sustentável: Em busca de um constructo. Anais do XII Encontro Internacional de Gestão Empresarial e Meio Ambiente. São Paulo: FGV-EAESP.

Silva, M. E.; Corrêa, A. P. M. & Aguiar, E. C. (2010) Consumo e Sustentabilidade: A perspectiva educacional para o consumo consciente. Anais do II Encontro Regional de Tecnologia e Negócios – ERTEN. Serra Talhada: UFRPE.

Slater, D. (2002) Cultura do consumo & modernidade. São Paulo: Nobel.

Sousa, W. L. (2000) Impacto ambiental de hidrelétricas: Uma análise de duas abordagens. 154 f. Dissertação (Mestrado em Ciências em Planejamento Energético). Programa de Pós-graduação em Engenharia. Universidade Federal do Rio de Janeiro. Rio de Janeiro.

Steiner, G. A. & Steiner, J. F. (2006) Business, government and society: A managerial perspective, text and cases. (11th ed.) Nova York: McGraw-Hill/Irwin.

Taylor, B. (2006) Encouraging industry to assess and implement clear production measures. (v. 14) Journal of cleaner production.

Tukker, A.; Emmert, S.; Charter, M.; Vezzoli, C.; Sto, E.; Andersen, M. M.; Geerken, T.; Tischner, U. & Lahlou, S. (2008) Fostering change of sustainable consumptiom and production: an evidence based view. (v. 16) Journal of cleaner production.

WCED – World Comission on Environment and Development. (1987) Report Our commom future. Genebra. Disponível em: . Acesso em: jul. 2010.

WWF-Brasil. (2007) Cenários para um Setor Elétrico Eficiente, Seguro e Competitivo. (vol.21, n.59, p. 59-66) Estudos avançados [online].

Yin, R. K. (1993) Applications of case study research. Califórnia: SAGE Publications.




Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.